Perguntas Frequentes

Respostas elaboradas a partir do livro Comunicação empresarial: políticas e estratégias (São Paulo: Saraiva: 2009) do Wilson da Costa Bueno.

O que é uma Política de Comunicação?
É um processo articulado de definição de valores, objetivos, diretrizes, normas e estruturas, que tem como finalidade orientar o desenvolvimento de ações, estratégias e produtos de comunicação para uma organização tendo em vista o seu relacionamento com os diversos públicos de interesse.

Qual a diferença entre política e plano de comunicação?
A política de comunicação distingue-se do plano de comunicação porque este assume sempre uma característica prática, operacional, explicitando objetivos e metas a cumprir em determinado período. Na verdade, o plano de comunicação flui da política de comunicação que o  baliza e está focado em ações concretas para cumprimento de determinados objetivos.

O que são públicos estratégicos?
Públicos estratégicos (ou stakeholders) são aqueles públicos que, direta ou indiretamente, têm direitos ou interesses associados às organizações e, em função disso, por sua ação/reação as impactam ou são por elas afetados.

Quais os resultados esperados de uma Política de Comunicação?
Uma Política de Comunicação favorece a criação de uma autêntica cultura de comunicação, com a definição de normas, posturas e valores que passam a ser compartilhados por todos os funcionários, e define diretrizes que orientam o trabalho de relacionamento da organização com todos os seus públicos. O próprio processo de construção da Política, que prevê a participação aberta e a transparência em todas as suas etapas, permite o comprometimento com os objetivos, missão e visão da instituição. A definição de uma Política de Comunicação e sua operacionalização agregam valor à imagem e à reputação da instituição, inserindo entre as organizações modernas que contemplam a comunicação como estratégica.

A Política de Comunicação feita para o IFSC pode ser usada em outra instituição?
Não. Toda política de comunicação é um processo singular, em virtude do vínculo obrigatório com a cultura da organização, com a trajetória, com a área de atuação, com o corpo de servidores e mesmo com a experiência presente e passada no relacionamento com os públicos de interesse. Uma política de comunicação definida para uma empresa não poderá ser “clonada” para uma concorrente porque elas representam culturas e passados distintos e, portanto, têm perspectivas não coincidentes da importância e do papel da comunicação.

Como eu posso contribuir?
Apesar da Política de Comunicação já estar pronta, o documento será sistemática e permanentemente avaliado de modo a incorporar mudanças que possam surgir com o tempo. Para organizar esse processo, a próprio Política prevê a constituição de uma Comissão de Gestão que irá receber as considerações e analisá-las para uma próxima edição do documento. Envie sugestões pelo nosso formulário de contato.